MULTA MÁXIDA DE 20% EM CANCELAMENTO DE PACOTE DE VIAGEM

É direito básico do consumidor a proteção contra práticas e cláusulas abusivas. Foi o que entendeu a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça ao estipular o percentual máximo de multa a ser cobrada em caso de cancelamento de viagem, pacote ou serviço turístico: 20% do valor do contrato quando a desistência ocorrer a menos de 29 dias da viagem.

Para que a agência de turismo possa cobrar uma multa superior a 20%, deve comprovar que fez gastos irrecuperáveis superiores a esse percentual.

_ Artigos relacionados

COBRANÇA INDEVIDA

O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável. De acordo com o entendimento jurisprudencial nacional, se a cobrança for indevida e o nome...
Leia mais »

PROMESSA DE CONTRATAÇÃO EM EMPREGO

A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou uma empresa de Blumenau (SC) a indenizar um candidato que não foi contratado após ser aprovado em processo seletivo. O trabalhador foi selecionado para ser contratado, orientado a fazer exame admissional, entregar documentos e abrir conta salário. No entanto, a...
Leia mais »

Planos econômicos

O Supremo começou a homologar no fim do ano o acordo anunciado pela Advocacia Geral da União representantes do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), da Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo) e da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) sobre as condições financeiras para encerrará as disputas judiciais relativas...
Leia mais »